Volta às aulas: mais de 7 mil alunos iniciam atividades remotas na rede municipal de ensino

BOLETIM DIÁRIO 03/02/21 – Confira os últimos dados relacionados ao coronavírus em Itajubá
fevereiro 3, 2021
Minas Consciente: Itajubá estará na “onda vermelha” de 6 a 12 de fevereiro
fevereiro 4, 2021

Volta às aulas: mais de 7 mil alunos iniciam atividades remotas na rede municipal de ensino

Print Friendly, PDF & Email

Com o fim das férias, inicia-se mais um ano letivo para os mais de 7 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino. As 22 escolas municipais iniciaram as atividades remotas nesta quinta-feira, 4 de fevereiro, para os alunos da Educação Infantil (Pré-Escola) e Ensino Fundamental (1º ao 5º ano). Já os 13 centros de Educação Infantil e 4 creches conveniadas começaram o ano letivo na segunda-feira, dia 1º, atendendo crianças de 4 meses a 3 anos e 11 meses de idade também com atividades a distância.

Em vista da pandemia de Covid-19, a Prefeitura irá manter as aulas presenciais suspensas pelo menos durante o 1º bimestre. Com isso, os pais dos alunos deverão, a cada 15 dias, continuar retirando as atividades impressas nas escolas. Nesta terça e quarta-feira, 2 e 3 de fevereiro, eles receberam uma atividade avaliativa diagnóstica elaborada pela Secretaria Municipal de Educação com o objetivo de verificar o nível de aprendizado de cada aluno. Ela deverá ser devolvida às escolas na próxima semana, quando terá início a retirada das atividades remotas.

Como forma de garantir  uma educação com mais qualidade e excelência para os alunos, a Prefeitura também entregará kits de material escolar adequados para cada fase escolar. Durante o ano, de acordo com o desgaste e a necessidade dos alunos, os materiais serão substituídos. Os kits são compostos por lápis de escrita, apontador, borracha, régua, lápis de cor e cola branca. Alunos da Educação Infantil também recebem giz de cera, massa de modelar e cola colorida.

A expectativa da Prefeitura é que, a partir do 2º bimestre, o ensino na rede municipal ocorra de forma híbrida, ou seja, intercalando aulas presenciais e a distância. Segundo o Secretário Municipal de Educação, Peter Luiz Pereira Rennó, este novo formato de ensino ocorrerá somente após o controle da pandemia e a vacinação da população. “Estaremos em diálogo constante com a comunidade escolar, pais, professores, alunos, gestores e servidores, em prol de uma retomada segura”, disse.

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.