Campanha de Vacinação contra o Sarampo é prorrogada até 31 de agosto

BOLETIM DIÁRIO 14/07 – Confira os últimos dados relacionados ao coronavírus em Itajubá
julho 14, 2020
Asfaltamento é concluído na Rua da FEPI
julho 15, 2020

Campanha de Vacinação contra o Sarampo é prorrogada até 31 de agosto

Print Friendly, PDF & Email

Foco é vacinar pessoas de 20 a 49 anos de idade

Foi prorrogada até o dia 31 de agosto a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Em Minas Gerais, apesar da expectativa em vacinar mais de 9 milhões de pessoas de 20 a 49 anos, apenas pouco mais de 1 milhão de doses foram aplicadas até agora. Por isso, a Prefeitura de Itajubá convoca todos os contemplados na faixa etária preconizada para comparecer ao posto de saúde mais próximo de sua residência e receber a vacina – independentemente da situação vacinal.

Vale lembrar que, para os que trabalham o dia todo, as Unidades Básicas de Saúde dos bairros Varginha, Vila Poddis, Vila Rubens e Cantina atendem até as 19h e as Unidades do CAIC (Novo Horizonte) e Rebourgeon até as 21h. As demais Unidades estão funcionando normalmente das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira, sempre respeitando o protocolo de segurança para a proteção da população contra a Covid-19.

Importante: pessoas com sintomas respiratórios ou febre não devem comparecer para a vacinação enquanto houver sintomatologia, podendo ser vacinadas após a resolução dos sintomas. A vacina também é contraindicada para gestantes.

Sobre o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa grave, provocada por vírus, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, podendo ser contraída por pessoas de qualquer idade. É caracterizada por febre, manchas avermelhadas pelo corpo (exantemas), tosse, coriza, conjuntivite (olhos vermelhos e lacrimejantes), fotofobia (sensibilidade à luz) e pequenas manchas brancas dentro da boca (manchas de Koplik). A única forma de prevenção é a vacina disponível no Sistema Único de Saúde (SUS).

A doença, que chegou a ser considerada erradicada no Brasil, voltou a circular no país em 2018 e já acometeu mais de 29 mil pessoas e levou 30 a óbito, segundo dados do Ministério da Saúde. Só em 2020, sete (7) casos da doença já foram confirmados em Minas Gerais. Os índices são ainda maiores nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Saiba mais sobre o sarampo clicando AQUI.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.