Máscaras caseiras: siga as orientações da Prefeitura de Itajubá sobre como usá-las

BOLETIM DIÁRIO 20/04: 2 novos casos são confirmados por critérios clínico-epidemiológicos; entenda
abril 20, 2020
BOLETIM DIÁRIO 21/04: confira aqui os DADOS OFICIAIS sobre o Coronavírus em Itajubá
abril 21, 2020

Máscaras caseiras: siga as orientações da Prefeitura de Itajubá sobre como usá-las

Print Friendly, PDF & Email

A Prefeitura de Itajubá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está distribuindo entre a população um material informativo sobre a importância das máscaras caseiras e a forma correta de sua utilização. Recomendadas pelo Ministério da Saúde, elas funcionam como uma barreira mecânica contra gotículas de saliva que disseminam a Covid-19.

A máscara caseira tem se mostrado uma grande aliada no combate à propagação do coronavírus por se tratar de um equipamento simples, acessível e de fácil produção. Elas também suprem a necessidade da maioria das pessoas em um momento em que as máscaras cirúrgicas encontram-se escassas no mercado e devem ser priorizadas aos profissionais da saúde.

Veja algumas orientações do site do Ministério da Saúde sobre o uso das máscaras caseiras:

  • O USO É INDIVIDUAL. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras;
  • PODE SER USADA ATÉ FICAR ÚMIDA. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;
  • SERVE DE BARREIRA FÍSICA AO VÍRUS. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face. Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;
  • USE SEMPRE QUE NECESSITAR SAIR DE CASA. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;
  • LAVE COM ÁGUA E SABÃO OU ÁGUA SANITÁRIA. Deixe de molho por cerca de 20 minutos;
  • FAÇA A SUA PRÓPRIA MÁSCARA. O Ministério da Saúde publicou uma nota informativa com instruções para a fabricação do próprio equipamento. O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que esteja bem ajustada ao rosto.

Se ainda tiver dúvidas sobre as máscaras caseiras, basta enviar uma mensagem pelo Whatsapp para o número (35) 9 9730-3931 que um dos 20 atendentes, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, estará disponível para o atendimento. Por meio do chat, a população pode se informar sobre os sintomas da doença, cuidados para prevenção, quando procurar atendimento médico, checar a veracidade de informações que circulam na Internet, entre outras dúvidas.

 

 

Os comentários estão encerrados.