Prefeitura irá desenvolver ações de combate à Hanseníase e ao Aedes Aegypti no próximo sábado, dia 27, na Praça Theodomiro Santiago

Prefeito Rodrigo Riera e seu líder na Câmara, vereador Renato Moraes, reúnem-se para discutir planos e traçar metas para 2018
janeiro 23, 2018
Prefeito Rodrigo Riera sanciona lei que institui feriado civil municipal do aniversário de Itajubá para os anos de 2018 e 2019
janeiro 24, 2018

Prefeitura irá desenvolver ações de combate à Hanseníase e ao Aedes Aegypti no próximo sábado, dia 27, na Praça Theodomiro Santiago

Print Friendly, PDF & Email

Publicado por SECOM em: 24/01/2018

 

A Prefeitura de Itajubá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), irá promover no sábado, dia 27 de janeiro, na Praça Theodomiro Santiago, atividades referentes à Campanha Mundial de Combate a Hanseníase e ao 3º Mutirão Regional de Combate ao Aedes Aegypti.

Profissionais dos setores de epidemiologia e endemias estarão unidos nesta campanha. Duas barracas Serão montadas na Praça Theodomiro Santiago com orientações sobre a Hanseníase e sobre o combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. No mesmo dia será realizado mutirão de limpeza no bairro Santa Luzia, onde agentes de endemias irão promover para retirada de materiais inservíveis, evitando a proliferação tanto do mosquito Aedes Aegypti como de escorpiões, ratos, baratas entre outros animais.

O 3º Mutirão Regional de Combate ao Aedes Aegypti é uma realização da EPTV em parceria com prefeituras da região. Além de Itajubá, outras 58 cidades irão participar do mutirão.

O que é a Hanseníase

A Hanseníase, antigamente conhecida como lepra, é uma doença infecto-contagiosa que se manifesta por manchas no corpo com perda de sensibilidade ao calor e ao toque. A transmissão da hanseníase se dá pelo contato próximo e prolongado com pessoas doentes sem tratamento através das vias aéreas superiores (pelo ar). A hanseníase não passa por aperto de mão, abraço e carinho ao doente. São sintomas da doença: dormência nos pés, manchas ou placas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas, caroços avermelhados ou castanhos. Em algumas áreas do corpo há diminuição ou perda da sensibilidade à dor, ao calor e ao tato. A hanseníase tem cura.

Quanto mais rápido o diagnóstico, mais fácil é o tratamento. Ao perceber a presença desses sinais e sintomas, procure uma unidade de saúde para avaliação, pois a Hanseníase tem cura e o tratamento é gratuito e oferecido pelo SUS.

#TodosContraaHanseníase

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.