Ranking 100 Open Startups Brasil 2017: empresa de Itajubá obteve excelente classificação

Publicado por SECOM em: 05/05/2017


Itajubá vem se destacando entre as cidades que possuem empresas / startups que estão avançando na captação de receitas e no desenvolvimento de produtos e serviços. Isso é o que mostra o Ranking 100 Open Startups Brasil 2017, que relaciona os cem novos negócios brasileiros mais atraentes para o mercado, e entre eles há duas empresas relacionadas com o município: a itajubense Comprovei, que integrou o programa de incubação da INCIT (Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá), entre 2013 a 2015, que conta com parceria da Prefeitura de Itajubá; e a Agrosmart, que foi campeã no evento Startup Weekend da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), realizado em 2013.

O movimento 100 Open Startups é uma plataforma internacional que conecta startups a grandes empresas. Esta plataforma divulgou o ranking das 100 negócios brasileiros mais atraentes na visão do mercado e prontas para receber investimentos. A lista é resultado de um processo anual que envolve especialistas do mercado, como aceleradoras, investidores e grandes empresas, e reconhece os negócios que mais despertaram interesse em grandes instituições. Com cerca de 2.800 startups inscritas, foram selecionadas 150 startups para a última etapa do processo. A Comprovei ficou em 33º lugar na classificação geral e em 7º lugar na categoria Indústria do Futuro. A Agrosmart foi classificada em 57º lugar no geral.

Comprovei

A Comprovei inovou o mercado logístico nacional ao aplicar as tecnologias e softwares logísticos, geralmente focados no estoque, nas etapas de transporte e entrega. O aplicativo Comprovei é um sistema de comprovação de entregas para cadeias de suprimentos industriais, redes varejistas, e-commerce, distribuidores e atacadistas.

A plataforma visa garantir confiabilidade, segurança e controle no processo, de modo a apoiar os usuários a melhorar suas entregas aos clientes finais, conforme diz o slogan da empresa: “realize entregas incríveis!”.

Idealizada em 2013, e fundada em novembro de 2014, atualmente, seus principais clientes são a Roge, maior distribuidora de produtos de higiene pessoal e perfumaria do estado de São Paulo; Santa Cruz, maior distribuidora nacional de medicamentos; a Braspress, a maior transportadora de encomendas do país; e a VEX Logística, uma das melhores transportadoras de fracionados do estado de São Paulo.

A empresa desenvolveu seu primeiro MVP durante o período que integrou o programa de incubação da INCIT. Após sua graduação, investiu esforços na etapa de escalabilidade de mercado e adotou o modelo de desenvolvimento de produtos Lean Startup.

No início deste ano, a Comprovei também reestruturou a composição da diretoria, que passou a ser composta por: Halley Takano, diretor geral; Ricardo Miura, diretor de operações; Gustavo Padial, diretor de vendas; e Weber Oliveira, diretor técnico. Além disso, a Comprovei conta como sócios-conselheiros, o Hans Hickler, ex-CEO da DHL US e Rodrigo Argüeso, CEO da SafeTrace.

Agrosmart

A Agosmart foi fundada em 2014 e desde então cresceu de forma exponencial e foi reconhecida por diversas premiações de nível internacional. Em 2015 associou-se a EsalqTec, participou do programa Startup Brasil, foi acelerada pela Baita e recebeu a premiação do Call to Innovation, representando a Singularity University em busca de soluções contra a crise hídrica. No mesmo ano, foi convidada para um programa de transferência de tecnologia com a NASA. Em 2016 venceu o programa de inovação aberta, Coca-Cola Open Up, e foi finalista do Thought For Food, na Suiça. Além disso, a Agrosmart participou do programa de pós-aceleração do Google, o Launchpad Accelerator, e foi investida pela SP Ventures.

Fontes: INCIT / Contexto / www.startupsstars.com

Fotos: Divulgação



A Comprovei inovou o mercado logístico nacional ao aplicar as tecnologias e softwares logísticos, geralmente focados no estoque, nas etapas de transporte e entrega

Agrosmart: convidada para um programa de transferência de tecnologia com a NASA