Prefeitura faz ação conjunta direcionada aos moradores de rua no bairro Morro Chic

Publicado por SECOM em: 27/02/2018


A Prefeitura de Itajubá, por meio das secretarias de Saúde, Desenvolvimento Social, Defesa Social e Agricultura, em parceria com a Guarda Municipal, realizou, na manhã de hoje, terça-feira, 27 de fevereiro, uma ação conjunta chamada de Plantão Social - De Volta ao Lar.

O objetivo da ação, que aconteceu no bairro Morro Chic, nas imediações do Terminal Rodoviário, foi abordar pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social, morando nas ruas. O Plantão Social é a continuidade da campanha De Volta ao Lar, cujo intuito é orientar a população a não dar esmola aos moradores de rua. O motivo é que, ao se contentarem com a esmola, essas pessoas muitas vezes recusam a ajuda dos profissionais de abordagem social. A esmola pode se tornar um incentivo para que eles continuem nas ruas, além de incentivar o uso e o tráfico de drogas, o alcoolismo, a criminalidade, a prostituição e outros problemas sociais.

- O objetivo principal é auxiliar os moradores de rua. Eles estão sendo abordados pela Guarda Municipal e convidados a irem até o atendimento da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Desenvolvimento Social. Profissionais capacitados fazem a orientação e o direcionamento adequado dessas pessoas -, disse o secretário municipal de Defesa Social, Marcos Pereira de Paula. O secretário municipal de Desenvolvimento Social, Robson Vaz, destacou que a abordagem é feita para que se possa identificar a situação de cada pessoa, se há problemas com drogas ou de saúde, por exemplo. O atendimento é feito conforme o tipo de necessidade. Um dos objetivos da campanha também é resgatar o vínculo familiar dessas pessoas que estão na rua. O secretário municipal de Saúde, Nilo Baracho, ressaltou que essa ação conjunta terá continuidade em outros locais da cidade, pois a ocorrência de moradores de rua não é somente na região central de Itajubá. - Com a triagem, percebe-se as necessidades de cada pessoa e de que maneira podemos auxiliar -, lembrou.

É importante destacar que não dar esmolas faz com que os moradores de rua sejam mais receptivos às várias formas de auxílio oferecidas, tornando a abordagem social, a triagem e o acompanhamento muito mais eficazes. A equipe de abordagem social visa resgatar o vínculo familiar e o retorno dessas pessoas para suas famílias, assim como tratamentos médicos e internação, reduzindo problemas com a criminalidade, prostituição e tráfico de drogas, ligados às pessoas em situação de rua.

Quer ajudar uma pessoa em situação de rua? Encaminhe-a para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS, na rua Alcides Faria, 144, Bairro Varginha. Telefones: (35) 3692-1727 / 3692-1728


Ação conjunta realizada pela Prefeitura

A abordagem de pessoas em situação de rua visa direcioná-las para o atendimento adequado

Triagem e atendimento feito por profissionais da Saúde

Aferição de pressão arterial foi um dos serviços disponibilizados