Alunos das escolas municipais participarão de Festival de Foguetes d’Água nos dias 13 e 14 de agosto

Guarda Municipal de Itajubá participa de treinamento básico operacional
agosto 12, 2019
Avenida Renó Júnior no bairro Medicina começa a ser asfaltada
agosto 12, 2019

Alunos das escolas municipais participarão de Festival de Foguetes d’Água nos dias 13 e 14 de agosto

Print Friendly, PDF & Email

A Fundação Asimo e a Beyond Rocket Design, projeto acadêmico da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), apresentam a segunda edição do Festival Itajubense de Foguetes d’Água. O evento tem como objetivo demonstrar o foguetemodelismo para crianças do 3° e 4° anos das escolas municipais de Itajubá e conta com o apoio da Prefeitura.

A primeira edição, em 2018, contou com cerca de 900 crianças acompanhadas de seus professores. Além disso, 60 pessoas se voluntariaram para ajudar no evento e levar alegria e conhecimento para os estudantes. O projeto surgiu da ideia dos integrantes da Fundação Asimo, que já fazem trabalhos sociais em escolas públicas. O principal objetivo do Festival foi mostrar aos alunos que eles são capazes de desenvolver algo novo e que podem sonhar com a possibilidade de estudar em uma universidade como a Unifei.

Interessada por essa ideia, a Beyond Rocket Design se uniu à Fundação e, juntas, decidiram desenvolver o evento com foguetes de garrafa PET, um projeto simples, mas que promove o conhecimento, o esforço e a interação dos participantes. A equipe organizadora buscou apoio na Prefeitura de Itajubá que abraçou a ideia, bem como patrocinadores e voluntários.

Programação

O Festival Itajubense de Foguetes d’Água acontecerá nos dias 13 e 14 de agosto. No período da manhã, das 8 horas até às 10h40. No período da tarde, das 14 horas até às 16 horas.

No primeiro dia do evento, realizado no Teatro Municipal Christiane Riera, os estudantes deverão construir e pintar os foguetes e os professores e voluntários colaboram para que as atividades propostas se realizem com êxito. No segundo dia, no Parque da Cidade, acontecerá o lançamento dos foguetes. No final do evento, todos os alunos participantes receberão uma premiação com medalhas e poderão levar os foguetes para casa.

Sobre a Beyond Rocket Design

A Beyond Rocket Design foi criada no final de 2015. Ela nasceu da motivação de haver um grupo de alunos engajados a desenvolver um projeto de impacto nacional e novas tecnologias. Sendo assim, o desafio era saber qual projeto desenvolver, e a resposta foi bem simples: foguetemodelismo.

A equipe tem como missão de colaborar para o crescimento e expansão do setor aeroespacial no Brasil, popularizar o foguetemodelismo, apresentar a importância deste setor para o progresso de setores tecnológicos estratégicos do país e auxiliar o meio acadêmico a se desenvolver nas áreas de pesquisa que o modelismo de foguetes proporciona. Sua meta atual é construir um foguete com o alcance de 3 quilômetros, para a participação na competição Space Sport, que acontece nos Estados Unidos, e, no futuro, desenvolver um foguete de 30 mil pés.

A Beyond Rocket Design já levou o nome da Unifei para algumas competições, como o Festival Brasileiro de Minifoguetes, que acontece em Curitiba (PR). A competição é uma iniciativa da Associação Brasileira de Aeromodelismo (BAR), que fomenta pesquisas e competições de equipes de minifoguetes do Brasil. O projeto abrange a competição para equipes do ensino fundamental e médio e se divide em categorias de acordo com o alcance de cada minifoguete e com a potência de seu motor. Em 2017, a equipe, conquistou o segundo lugar na categoria Apogeu 200 metros e o terceiro lugar na categoria Apogeu 100 metros.

Outro evento de que a equipe já participou é a Competição Brasileira Universitária de Foguetes (Cobruf), uma iniciativa da Associação Cobruf, que tem o objetivo de expandir ainda mais as pesquisas no setor aeroespacial. A disputa possui 24 equipes universitárias participantes e proporciona a visibilidade das pesquisas realizadas pelas equipes competidoras. Em 2017, a Beyond Rocket Design conquistou o segundo lugar na Cobruf, após a apresentação ser feita por videoconferência, sendo a primeira equipe a fazer uma apresentação online para o centro de lançamento.

 

Imagens: Secom/Unifei

Os comentários estão encerrados.