Em 11 dias, Prefeitura abordou mais de 120 pessoas em situação de rua

BOLETIM DIÁRIO 17/02/21 – Confira os últimos dados relacionados ao coronavírus em Itajubá
fevereiro 17, 2021
Minas Consciente: Itajubá continuará na “onda amarela” de 20 a 26 de fevereiro
fevereiro 18, 2021

Em 11 dias, Prefeitura abordou mais de 120 pessoas em situação de rua

Print Friendly, PDF & Email

Ação tem como objetivo traçar perfil da população de rua, oferecendo ajuda e acolhimento

Por meio do diálogo e do tratamento humanizado, a Prefeitura de Itajubá já abordou, até o último dia 12 de fevereiro, 126 pessoas que vivem nas ruas do município. Do total de pessoas abordadas, 90 são de Itajubá e 36 são migrantes de outras cidades. A ação tem como objetivo identificar e traçar o perfil dessas pessoas, oferecendo a elas a ajuda e o acolhimento necessários através da rede de serviços assistenciais do município.

A abordagem ocorre semanalmente, de segunda a sexta-feira, em locais onde a população em situação de rua costuma se concentrar, como nas proximidades da Rodoviária, Mercado Municipal, praças, feiras livres e embaixo das pontes. No caso dos migrantes, realiza-se o acolhimento para posterior encaminhamento à sua cidade de origem. Já as pessoas em situação de rua de Itajubá são acolhidas na Casa de Passagem do município, onde recebem refeições, banho quente, produtos de higiene pessoal e todo o apoio necessário para uma boa qualidade de vida. Em alguns casos, elas são encaminhadas para atendimento no CAPS AD – Centro de Atenção Psicossocial/Uso Abusivo de Álcool e/ou outras Drogas.

“Temos visto muitos casos em que as pessoas em situação de rua querem continuar vivendo assim para sustentar os vícios que não são aceitos por suas famílias. De qualquer forma, continuaremos fazendo a identificação e oferecendo o suporte necessário através das entidades de apoio e da Casa de Passagem do município”, disse a Secretária de Desenvolvimento Social, Janayna Ferreira de Andrade.

A ação de abordagem social acontece com o apoio técnico e especializado do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e das Secretarias de Desenvolvimento Social, Obras, Defesa Civil e Saúde.

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.