Bandeira de Itajubá



A Bandeira de Itajubá foi instituída pela Lei Municipal nº 776, de 6 de dezembro de 1967, pelo prefeito Luiz Carlos Tigre Maia.

A bandeira foi elaborada pelo heraldista (especialista na arte de descrever os brasões de armas ou escudos) Arcinoé Antônio Peixoto de Faria, que seguiu instruções professor e historiador José Armelim Bernardes Guimarães.

O estandarte itajubense ostenta ao centro o brasão da cidade, simbolizando o Governo Municipal, e o triângulo representa a própria cidade. Três faixas partem dos vértices deste triângulo, simbolizando a irradiação do Poder Municipal a todos os quadrantes do território municipal e as terças assim constituídas, representando as propriedades rurais existentes no território itajubense.

O conjunto de cores da bandeira é uma afirmação da divisa contida no listel que ornamenta o escudo: “Com perseverança e lealdade (azul) o povo itajubense trabalha em paz (branco), com sabedoria, austeridade e firmeza (preto), visando alcançar a glória, esplendor e riqueza (amarelo) para sua cidade”. Quanto ao significado das cores, o azul simboliza a justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade; o branco representa a paz, trabalho, prosperidade e amizade; o amarelo, a glória, esplendor, riqueza, poder e mando; e o preto a austeridade, sabedoria, firmeza, moderação e constância.