“Maio Laranja”: Blitz educativa e live vão reforçar combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes nesta terça-feira, 18

PREFEITURA DE ITAJUBÁ – VACINÔMETRO COVID-19 – 18/05/2021
maio 18, 2021
Lei Aldir Blanc: confira as apresentações online da semana
maio 18, 2021

“Maio Laranja”: Blitz educativa e live vão reforçar combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes nesta terça-feira, 18

Print Friendly, PDF & Email

18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data reforça as atividades do “Maio Laranja”, mês marcado pela luta dos direitos de crianças e adolescentes, o que inclui o combate ao abuso e exploração sexual infantojuvenil.

Com isso, nesta terça-feira, 18 de maio, o Conselho Tutelar, em conjunto com a Prefeitura de Itajubá, Polícia Militar e Guarda Municipal, fará uma blitz educativa para distribuir cartilhas de orientação sobre o assunto à população itajubense. A Polícia Militar também promoverá uma LIVE a partir das 19h em sua página no Facebook. O assunto será abordado pela Psicóloga Fabiana Sene, pelo Tenente Rafael Fraga da Polícia Militar e pela Presidente do Conselho Tutelar, Daniele Araujo Cardoso.

A Campanha “Faça Bonito – Proteja Nossas Crianças e Adolescentes” integra as atividades do “Maio Laranja” e tem como objetivo mostrar à sociedade que o compromisso de preservar as crianças é coletivo. A ação visa alertar a todos sobre a importância de observar e denunciar casos de exploração especialmente no período de pandemia, no qual diversos pontos da rede de proteção (escolas, vizinhos, igrejas, etc) não estão em contato permanente com as crianças e adolescentes, dificultando a identificação de possíveis abusos.

“Devemos cuidar para que nossas crianças tenham uma vida plena e com a garantia do direito ao desenvolvimento sexual saudável, ou seja, sem violências. A Campanha é um alerta para que essas violências não ocorram. E, se acontecerem, que sejam denunciadas através dos canais disponibilizados ou buscando redes de apoio dentro do município”, afirma a Secretária de Desenvolvimento Social, Janayna Ferreira.

As denúncias de violação de direitos de crianças e adolescentes podem ser feitas junto ao Conselho Tutelar através do telefone (35) 9 9935-1898, pelo Disque Direitos Humanos através do número 100 ou pelo 190 – Polícia Militar.

18 DE MAIO

A data foi instituída em 2000 pelo projeto de lei 9970/00. Sua escolha deve-se ao assassinato de Araceli, uma menina de oito anos que foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Esse crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje permanece impune.

 

Os comentários estão encerrados.