Ranking de Reclamações 2014

Print Friendly, PDF & Email

Ranking de Reclamações 2014

 

O Procon Itajubá liberou o ranking das empresas mais reclamadas em 2014. Das 13 empresas mais reclamadas, seis são do setor financeiro, seguida pelas empresas de produtos eletroeletrônicos e de telecomunicações.

Em números absolutos, nos quais também são computados os atendimentos do retorno da CIP e o extra-procon (modalidades de atendimento que não recebem classificação do Sistema Nacional e Informações de Defesa do Consumidor – Sindec), o Procon registrou em 2014, um total de 5.330 atendimentos. O volume total de atendimentos classificados foi de 4.201.

O Procon entende por reclamação os problemas não solucionados pelos canais intermediários de solução, quando surge a necessidade de abertura de processo administrativo formal, após as tentativas de solução inicial do atendimento (Atendimento Preliminar, Carta de Informações Preliminares, Retorno da CIP, Simples Consulta, e Extra-Procon).

Confira o ranking das empresas a seguir, com o total de reclamações:

1º Grupo Oi – 54
2º Grupo Bradesco – 34
3º Starweb Telecomunicações Ltda. – 32
4º Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda. – 26
5º Cemaz Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda. – 26
6º BV Financeira – 17
7º Banco Panamericano – 16
8º Caixa Econômica Federal – 14
9º Sky Brasil – 11
10º Tim Celular – 10
11º Banco Daycoval – 10
12º Banco Santander – 10
13° Claro – 10

ATENDIMENTO REALIZADOS

Do total de 4.101 atendimentos classificados pelo Sindec, as áreas mais demandada foram:

– Serviços Essenciais: 29,11%
– Assuntos Financeiros: 27,75%
– Produtos: 25,07%,
– Serviços Privados: 16,53 %

Os setores de Habitação e Saúde corresponderam, juntas, ao total de 1,53% dos atendimentos.

RECLAMAÇÃO (Processo Administrativo Formal)

Do total de 407 reclamações finalizadas em 2014, as áreas mais reclamadas foram:

– Produtos (eletroeletrônicos, móveis etc.): 36,86%
– Assuntos Financeiros: 28,75%
– Serviços Privados (provedores de acesso e serviços de internet, cursos etc.): 17,94%
– Serviços Essenciais (telefonia fixa e móvel e energia etc.): 15,23%.

As reclamações sobre a área de Saúde e Alimentos responderam juntas por 1,23% das reclamações.

Ranking de Reclamações 2019, clique aqui!
Ranking de Reclamações 2018, clique aqui!
Ranking de Reclamações 2017, clique aqui!
Ranking de Reclamações 2016, clique aqui!
Ranking de Reclamações 2015, clique aqui!