Microrregião de Itajubá avança para a “onda verde” do Plano Minas Consciente

Prefeitura notifica Valônia para cumprimento do contrato com o município
julho 30, 2021
BOLETIM DIÁRIO 30/07/21 – Confira os últimos dados relacionados ao coronavírus em Itajubá
julho 30, 2021

Microrregião de Itajubá avança para a “onda verde” do Plano Minas Consciente

Print Friendly, PDF & Email

Enquanto a macrorregião Sul de Minas permanece na “onda amarela”, a microrregião de Itajubá progrediu e estará de 31 de julho a 6 de agosto na “onda verde”, a mais flexível do Plano Minas Consciente. A decisão foi tomada pelo Governo de Minas, através do Comitê Extraordinário Covid-19, nesta quinta-feira, 29 de julho. O grupo se reúne semanalmente para avaliar a situação da pandemia em todo o Estado.

O avanço ocorre em função de Itajubá ter optado, quando integrou o Programa do Estado em agosto de 2020, pela classificação indicada baseada nos dados da sua microrregião. Ou seja, mesmo que a macrorregião Sul esteja classificada na “onda amarela”, como é o caso, se a microrregião de Itajubá apresentar melhoria nos índices da doença, ela pode avançar de fase.

Na macrorregião Sul, avança também para a “onda verde”, a partir deste sábado, a microrregião de São Lourenço.

ONDA VERDE

Na “onda verde” do Minas Consciente, a distância linear entre pessoas em filas e mesas é de 1,5 metros; a duração máxima dos eventos é de 12 (doze) horas; a quantidade máxima de pessoas em ambientes fechados é de até 50% (cinquenta por cento) da capacidade e a metragem referência nos ambientes é de 4 m² para cada cliente.

PANDEMIA EM MG

Minas registrou queda nos números de óbitos e de espera por leitos. Em todo o Estado, a solicitação de internação pela doença caiu 29,59% na última semana.

É importante lembrar que a regressão de qualquer região pode acontecer a qualquer momento, desde que os dados analisados pela Secretaria de Estado de Saúde apresentem risco à saúde da população.

CONFIRA O DECRETO Nº 8570/2021 QUE DISPÕE SOBRE A ADOÇÃO E O AVANÇO PARA A ONDA VERDE EM ITAJUBÁ.

 

 

Os comentários estão encerrados.